sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Abba

Anseio estar perto de ti, cada vez mais. Anseio estar em uma atmosfera onde o vento seja sua doce presença. Olhando para o meu coração, descubro que meus batimentos estão em um ritmo que elevam o meu querer em te conhecer e se dispõe ao seu realizar em minha vida. Anseio em ser sua amiga, sobrevoar a beira mar e encontrar-te na fresta do vale. O som do mar me envolveria por pássaros que são atraídos pela radiante luz que brilha ali. Mas, pai! Olhando bem pro meu coração, encontro lugares nublados e descubro que minhas vontades estão à frente do teu querer. Assim como uma nuvem que encobre o sol, meus desejos estão deixando pedaços cinzas em meu peito. Anseio em ouvir sua voz, como ouço o vento em meus ouvidos quando corro contra ele. Mas quando acompanho meus pensamentos, descubro minha inconstância, percebo como sou incapaz de confiar tudo em ti, tropeçando em minhas certezas das suas promessas por mim, e esmoreço então os meus dias. Anseio por teu abraço. E como águia sentir meu cheiro em meio a multidão, com rapidez me envolver, me reconhecer mesmo de tão longe e me esconder em tuas asas. Porém vasculho os meus sentimentos, me sinto sozinha como a chuva na praia. E a cada lembrança do coração ferido, as lágrimas descem pra tentar cicatrizar. Não há ninguém que ecoam palavras, não há amor que aqueça meu peito, não há amigos que enlaçam verdades. Pai. É difícil admitir, mas não quero ser superficial diante de ti. Te entrego tudo que sou, e sei que deixo escapar como areia que escorre sobre os dedos, renúncias de mim que precisam ser entregues a ti. Como o ouro é refinado por altas temperaturas, queima em mim, revela as impurezas e separa tua perfeição dos meus erros. Não buscarei sua glória, sem ser moldada pelo oleiro. Adonai. Aperfeiçoa o dom da fé, assim como os lírios do campo tem a certeza de sua provisão. Dependo totalmente da fé no teu Reino pra que eu caminhe e reflita tua vida em mim. Estrela da manhã! Ilumina meus lugares nublados, transpareça com todo seu brilho e luz, e seja então o centro da tua vontade no meu coração. Deus de ontem, hoje e sempre! Me ensina sua plenitude, pra que eu seja constante como a melodia que os querubins oferecem a ti. Então me amarrarei em tuas promessas e meus dias não mais se esmorecera. Oh noivo! Junta os pedaços do meu coração, desfaz laços imerecidos e abraça-me com teus braços de amor. Pois teu amor não falha, sua fidelidade é pra sempre e suas palavras são vivas. Assim, nunca mais me sentirei só, como a lua que olha para o mar, junto com as estrelas. Sei que estarás comigo. Vestirá o Senhor, Deus da provisão, as plantas do jardim, e dará de comer aos pássaros do céu. Outro alguém além de ti, consegue fazer a onda do mar quebrar? Eu sei pai, Abba Pai! Que para cada dia, terei providências do Deus de Israel que mana leite e mel. Pois sei bem, do projeto que tem em relação a mim. É um projeto de felicidade, não de sofrimento, me dará um futuro, uma esperança. Quando eu te invocar, irá em frente, quando eu orar, me ouvirá. Quando eu te procurar, te encontrarei. Quando eu seguir-te de todo o meu coração, o senhor deixará encontrar por ti. Mudará o meu destino, me colocará de volta de onde eu perdi o foco e me dispersei, e me conduzirá pra lugares altos, onde nunca fui. Te louvo Deus de amor, sou segura hoje tenho paz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário